Outros caminhos

Publicado: 23/10/2009 em Uncategorized

Para nos situarmos no contexto o qual a publicidade se insere atualmente, é de extrema importância observar os novos caminhos que estão se tornando opção das mídias e dos próprios publicitários.

 

Uma coisa é fato: por mais clichê que pareça a dica, para nos destacarmos nessa atmosfera publicitária, devemos ser originais, criativos e diferentes. Não importa apenas se a idéia é bacana, ou se a propaganda tem uma “sacada” interessante… A publicidade não só pede, mas também respira criatividade, e não cópias.

 

Seguindo essa linha de raciocínio, sob meu ponto de vista, tais propagandas que seguem abaixo possuem esse caráter inovador e diferente que estamos nos referindo. É importante prestar atenção não só na mídia utilizada, mas também no modo de pensar que se realizou ao fazer a propaganda; a extrema relação direta entre a mensagem, o produto vendido e a visão da empresa; a linguagem sutil que foi utilizada sem a necessidade de ser muito explicativa; e mais do que qualquer outro aspecto, deve-se notar a originalidade da criação…. Alguém já havia pensado nisso antes?

 

A campanha do banco BPay, sobre seu sistema de pagamento em débito automático, utilizou apenas o conceito “Quase fácil demais” para mostrar a qualidade e eficiência do serviço. A partir de contextos habituais e conhecidos, como o boliche por exemplo, a propaganda transforma um jogo de certa dificuldade, onde exige-se boa mira, força, agilidade, concentração e firmeza, numa simples ação fácil e não tão exigente assim.

 Propaganda Quase1

Aproveitaram também o conhecido personagem Wally (dos famosos livros “Onde está o Wally”), sempre inserido em ambientes lotados, cheios, cercados por pessoas e objetos, e o deslocaram para um cenário vazio, branco, de fácil identificação do boneco, ainda mais com a presença de um holofote que indica mais explicitamente onde está o Wally.

 Propaganda Quase2

E por fim, o desafio de rotina que especialistas da área de oftalmologia costumam propor ao seus pacientes: o teste das letrinhas. Para medir o quão bem enxergamos, os oculistas nos colocam frente a uma série de letrinhas, cada vez mais de difícil identificação, para tornar mais complexo o entendimento das letras. E neste caso, o que era para ser “não muito fácil” torna-se aqui, extremamente ridículo de se entender. A letra “E” que era para ser pequena, está de um tamanho consideravelmente grande – além do fato de a paciente portar-se bem em frente a letra, sem manter a distancia habitual que se deve ter.

 Propaganda Quase3

A ação feita para vender os kits organizadores da IKEA, marca originária da Malásia, foi feita a partir de uma mídia alternativa que transforma a aparência de degraus de escadas em gavetas com roupas, como se estivessem realmente organizadas em tais compartimentos. Idéia mais do que criativa, mas também inovadora, pois ao pisar nos degraus, podemos ver de cima a organização das roupas dobradas, e como pode ser útil tal objeto vendido.

 Gaveta1

Gaveta2

A Volkswagen dessa vez inovou… A agência V, que realiza a campanha do Polo VW, optou por um painel real. No meio das ruas, não há mais apenas outdoors com a imagem do novo carro, mas sim o próprio veículo em si preso a uma base de sustentação, dando a impressão de um outdoor. É uma ótima maneira de fazer a imagem do carro crescer, pois pelo jeito diferente de se fazer a propaganda, tal originalidade chama a atenção de quem a vê, e isso com certeza ficará no inconsciente do consumidor o fazendo lembrar da idéia inovadora da comunicação.

 Painel real

Para o lançamento do perfume Flowers by Kenzo, foram montadas jardineiras de flores que dão a fragrância do produto. Mais do que a divulgação em revistas de moda, luxo ou fofocas, a inovação aqui se deu ao público em geral, que mesmo sem o produto em mãos, podia sentir a essência do perfume de uma forma acessível e diferente. Muito interessante a forma com que a marca espalhou seu nome, disponibilizou o conhecimento de seu novo produto, e mais do que isso, vendeu o perfume.

Kenzo1

 

Eu, particularmente, nunca havia visto algo desse porte, ainda mais em lugares públicos como este que foi utilizado. Com certeza, se houvesse tido uma experiência dessas, não deixaria de parar para observar, e quem sabe – só por curiosidade – fosse a alguma loja de cosméticos experimentar o produto.

 

Kenzo2

 

Fontes:


http://lafora.com.br/2009/10/painel-real/


http://lafora.com.br/2009/10/quase-facil-demais/

 

http://lafora.com.br/2009/10/degraus-como-gavetas/

 

http://lafora.com.br/2009/10/jardineiras-by-kenzo/


 




Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s