Hey Jude

Publicado: 20/10/2009 em Uncategorized

A T-Mobile, empresa alemã de telefonia móvel, convocou 13.500 pessoas para um evento realizado na praça Trafalgar Square em Londres. No dia 30 de abril, ocorreu a gravação de um vídeo para prosseguir a campanha da empresa, que tem o conceito “Life’s for Sharing”.

 

Não foi dito o que aconteceria: sabia-se apenas que seria mais um flash mob da marca.

 

Chegando lá, as pessoas ganharam microfones para que, na hora marcada, aparecessem em um telão previamente instalado na praça, e cantassem em coro, como num grande karaokê, a música “Hey Jude” dos Beatles – até a cantora Pink aparece no meio da multidão.

A logística e o planejamento para isso foi um processo altamente detalhado, e contou com 200 cantores profissionais que estavam espalhados pela multidão, 20 câmeras utilizadas ao redor da praça e 2.000 microfones distribuídos.

 flash-mob

 

Agora perguntamo-nos se todo esse trabalho valeu a pena…

 duvida

O número de pessoas presentes que gravaram, tiraram fotos, divulgaram o evento, ligaram para amigos, fizeram streaming ao vivo… (tudo pelo celular) chega a ser inimaginável. Até nós mesmos – que não estávamos lá – comentamos, nos surpreendemos, criticamos, elogiamos e nos transportamos para essa atmosfera.

 karaoke

Imagine quantas inserções de 30 segundos em horário nobre seriam necessárias para gerar esse tipo de buzz. Aparentemente quando se fala em convergência, conversação, participação do consumidor, publicidade 2.0 ou qualquer conceito da moda, muita gente não se dá conta, mas acaba se inserindo também dentre o conceito que chamamos de “viral”.

 

O que a T-Mobile tem feito com sua imagem, vai muito além de simples publicidade. Está sendo vendida a própria experiência – experiência esta que se não fosse boa, madura e capaz, não reuniria tantas pessoas assim em um só lugar para participar desta grande ação.

 

Mas a empresa fez muito mais do que seu dever… Simplesmente inovou: conseguiu realizar uma campanha inteiramente através de flash mob. Com uma maneira muito criativa, foi capaz de passar o conceito do slogan da empresa: “Life’s for sharing”.

 

Flash mob é isso mesmo, é compartilhar!

 life's for sharing

Essa foi a segunda ação da operadora de telefonia que já tinha chamado a atenção através do “T-mobile dance”, que convocou mais de 350 pessoas para dançarem na estação de metrô de Liverpool Street, também na Inglaterra.

 

Fica muito claro então, o poder que a comunicação tem de propagar, mobilizar, entreter e deslumbrar, fazendo com que todos compartilhem momentos inesperados, prazerosos e memoráveis com outras pessoas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s